© 2017 Todos os Direitos Reservados - Ágora Teatro

LIVRE

Este eixo que abrange ciclos temáticos de reflexão sobre o fazer teatral na contemporaneidade. São exemplos de ações do Ágora Livre:


- “Odisseia do Teatro Brasileiro”: seminário realizado em 2000 sobre a história recente do teatro nacional, que contou com nomes como Gianni Rato, José Celso Martinez Corrêa, Paulo Autran, Augusto Boal, Antunes Filho e Gianfrancesco Guarnieri.

- “Ágora Livre Dramaturgia”: seminário realizado em 2001 com dramaturgos brasileiros de renome, que foram então provocados a produzir textos inéditos. Entre as obras, destacam-se Novas Diretrizes em Tempos de Paz (Bosco Brasil), A Cabeça (Alcides Nogueira) e Eu Não Sou Cachorro (Fernando Bonassi);


- “Usando o Nome em Vão”: trata-se de um seminário sobre o uso das palavras teatro e ator num contexto político de corrupção e que contou com Marilena Chauí, Marcos Nobre e Eugênio Bucci;
- Encontros livres de debate chamados de “Teatro, Vinho e Pensamento”, que contaram com convidados como Elias Andreato, Maria Rita Khel e José Guilherme Mangnani.


- Debates após a apresentação do espetáculo Potestad que contou com a presença de Edson Telles, Professor de Filosofia na UNIFESP, de Christian Dunker, Psicanalista e Professor na USP, Daniel Omar Perez, Psicanalista e Professor de Filosofia na UNICAMP, de Marina Massi, Psicanalista da Sociedade de Psicanálise de SP.


- Debates “Teatro Vinho e Pensamento" após a apresentação dos espetáculos da Trilogia do Subterrâneo com a presença de Wanderley Andrade da Costa Lima, Professor de Filosofia, de Marco Antônio Rodrigues, diretor e professor de Teatro na escola Célia Helena e de Welington Andrade, Mestre e doutor em Literatura Brasileira, Professor de Jornalismo e Crítico de Teatro da Revista Cult.